terça-feira, 4 de julho de 2017

Shuu Heaven 2


[Terraço da escola]
Shuu: ...
Yui: Hoje é um belo céu estrelado ... Quando eu olho, eu consigo dormir ...
Talvez você devesse ir ver as estrelas por um tempo?
Shuu: Ei.
Yui: O quê?
Shuu: Você não vai dizer novamente para ir para a aula?
Yui: Não. Eu acho que agora isso não importa.
Shuu: hehe ... Que mudança?
Yui: Bem ... Eu acho que você não é do tipo que aprende as lições na escola.
Fazer as coisas na hora certa e obedecer as regras é o papel do Reiji-san.
Shuu: Heeh. Bem, a sociedade humana que é tão obcecada combina mais com Reiji.
Yui: E, isso faz parecer que você nunca se ajustou.
[Sino da escola]
Oh ...
(A aula começa.)
Bem, então, eu vou agora.
Shuu: Espera.
Yui: O que, Shuu?
Shuu: Você deve ficar aqui também.
Yui: Uh ... Ma-Mas eu ... Class ...
Shuu: Na minha opinião, você não é do tipo que pode crescer por ir às aulas na escola.
[Shuu adora falar essas coisas]
Yui: Ah. O que quer dizer?
Shuu: Você deveria estar comigo. Isso deve ser tudo em sua vida.
Yui: Shuu ...
Shuu: Você não quer? Você prefere sentar-se em uma cadeira desconfortável e passar o tempo todo sem fazer nada?
Yui: Bem ...
(Eu ... Shuu é realmente fascinante, mas ...)
Shuu: Heheh ... Enquanto fingi dúvida, a cor de seus olhos mudou.
Yui: O que ... não pode ser ...
Shuu: A verdade é que você quer ficar aqui, não é? E ... você quer me dá o seu pescoço e que eu beba o seu sangue ...
Seja honesta ...
Yui: Ugh ...

1. Sentar em cima do Shuu. 
[Que que isso Yui...]
Yui: (Certamente ... eu quero estar com Shuu mas... eu quero ... tocar ele ...)
Shuu: Bem, por que de repente você sentou em cima de mim? Você é pesada.
Yui: Não seja rude. E que eu queria te fazer se sentir muito bem, agora mesmo.
[Pera, que é isso?....]
Shuu: Uau ... Você não tem medo que alguém nos veja?
Yui: Eu não me importo. Nos vamos deixar a escola de qualquer maneira, não é?
Tendo você, eu não me importo com mais nada. Se formos apanhados, então ambos vamos deixar a escola, vamos ficar em casa para sempre.
Shuu: Hehe ... Bem. Estou cansado de ir para a aula todos os dias.

2. Beijar Shuu.
Yui: Shuu ... [Beijo ~~chu]
Shuu: Hehe ... Então você quer ficar comigo afinal?
Yui: Sim ...
Shuu: Então, sente em cima de mim. Mostre-me mais do seu rosto.
Yui: (Huh ...?)
Mas ... Aqui é a escola, depois de tudo ... Se alguém nos vê ...
Shuu: Você está se preocupada com o que aconteceria se alguém nos visse? Você tem medo de expulsarem você?
Yui: Um ... Ah, não, claro que isso não me assusta.
Shuu: Então, por que você tem duvidas? Talvez seja os sentidos humanos e orgulho que ainda te limitam?
Yui: Be-Bem ...
Shuu: Se não, então senta em cima de mim. Se você quer ficar ao meu lado, me obedeça.
Yui:  ...
Shuu: Sim ... Que boa vista.
Yui: Que emocionante ser olhada por baixo desse jeito... Shuu ...
[Batimento cardíaco]

Continuação
Yui: Nesta posição, estrangular seu pescoço enquanto você não resisti, é divertido ...
Shuu: Vá em frente ... Eu não me importo. Eles dizem que algumas pessoas ficam mais animadas quando eles estão prestes a sufocar. [Sabe "animadas"]
Yui: Eu vejo ... Ei, você quer tentar? Se é algo bom, eu definitivamente quero.
Shuu: Faça o que quiser. Embora alem disso ... Suas roupas são irritantes. Se apresse e tire isso.
Yui: Sim ...
Shuu: Vem cá ...
... nn, Mnn ... * beijos *
Yui: Nn ...! Seus beijos são frios e doces... Shuu...
E ainda assim ... eu estou ficando mais quente aos poucos ...
Shuu: Sim ... Eu também ... seu corpo ... é incrível.
... Nn ... Hah! * Bebe *
Yui: Ah ... Ugh ... Shuu ...
Shuu: Seu sangue ... é doce ...
Yui: Realmente ...?
Ei ... Meu sangue é realmente tão delicioso?
Shuu: Sim acaba com ... toda sede. Além disso ... Seu sangue é mais doce do que qualquer outro ...
Heheheh ... Toda noite, quando meus irmãos sentem o cheiro do seu sangue, passam toda a noite sem conseguir dormir ...
Que menina mais perversa ...
Yui: Mas ... Eu não vou dar o meu sangue para mais ninguém.
Porque o único que pode beber ... é você, Shuu.
Shuu: Sim ... Eu não quero o cheiro de outros homens em seu corpo.
Você deve ... ficar comigo para sempre ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário