terça-feira, 6 de setembro de 2016

Shuu Dark 1 ~ More Blood


[Corredor da Escola]
Yui: (Que distraída eu sou. Esquecendo o meu livro na sala de música.)
(Se eu não me apressar, a próxima aula vai começar... ...)
(Hm, quem está ali, é o Shuu-san... ...?)
Garota do Terceiro Ano A: Ei, Shuu-kun. Se você puder, eu gostaria que você me passasse seu número... ...
Shuu: ... ... ... ...
Garota do Terceiro Ano B: Shuu-kun, você fez os problemas de matemática? Se quiser, eu posso te emprestar o meu caderno... ...
Shuu: Vocês estão no meu caminho... ... Saiam... ...
Yui: (Ah, ele foi embora... ...)
Garota do Terceiro Ano A: Ahh. É sempre assim.
Garota do Terceiro Ano B: Não tem jeito. Ele é assim mesmo.
Garota do Terceiro Ano A: Ele é tão legal, mas é meio difícil de se aproximar, né... ...
Yui: (O Shuu-san se comporta daquele jeito mesmo com os colegas de classe... ...)
Ah. O sinal... ...
(Não tem jeito. Eu vou ter que pegar o meu livro depois.)

[Sala de Aula]
Yui: (Hmm. Finalmente a aula acabou... ...)
(Aquele professor começou de repente um teste de matemática... ...)
Ayato: Ei, Sem-peito, vamos pra casa. Esse teste me deixou cansado.
Yui: ?
Ayato: Hã? Disse alguma coisa?
Yui: Nã-não foi nada!
Ayato: Ahh, minha garganta tá seca... ... Sem-peito, vamos voltar pra casa. E aí, você deixa eu beber seu sangue.
Yui: Uh... ... Isso é um pouco... ...
Ayato: Hãã? Você não escutou o que eu disse?!
Yui: E-eu... ... tenho um compromisso, então, até!
Ayato: Ei, Sem-peito! ... ... Droga. Ela fugiu

[Corredor da Escola]
Yui: (Ufa... ... Foi por pouco... ...)
(Mas, mesmo que eu tenha fugido, nós vamos acabar nos encontrando em casa)
Ah, é mesmo! Eu tenho que pegar o meu livro.

[Sala de Música]
Yui: Ah. Shuu-san... ...
Shuu: ... ... Ah. É você.
Yui: Sim. Eu acabei esquecendo meu livro.
Shuu: ... ... ... ...
Yui: (... ... Ele nem está me ouvindo... ...)
Hm, Shuu-san, você não vai voltar pra casa?
Shuu: ... ... ... ...
Yui: ... ...Shuu-san? Está me ouvindo?
Shuu: ... ... Não grite. Eu estou ouvindo.
Yui: (Então, podia ter pelo menos respondido... ... É sempre assim... ...)
Poxa... ...
Shuu: O que foi... ...? Tem algum problema comigo?
Yui: Não é isso... ... É só que... ...
Shuu: Só que... ... o quê?
Yui: Você podia pelo menos falar comigo... ...
Shuu: Por que eu deveria que te fazer companhia?
Infelizmente, eu não tenho interesse em serviço de caridade.
Yui: (Serviço de caridade, que horrível falar assim... ...)
Shuu: De qualquer forma, vá espalhar em outro lugar esse barulho irritante aos ouvidos que está ecoando desagradavelmente.
Yui: ... ... ... ...
(Mas... ... Já está quase na hora do carro nos buscar, se eu deixá-lo aqui vão ficar zangados comigo depois... ...)
(... ... o que eu faço?)
Shuu: ... ...Você ainda está aqui? Que desagradável. Vá logo pra outro lugar.
Yui: ... ... Mas logo a limusine virá nos buscar.
Shuu: E daí?
Yui: ... ...Já que estamos aqui, eu pensei que poderíamos voltar juntos... ...
Shuu: Quê, você quer voltar pra casa junto comigo? Que saco... ...
Yui: Não é que eu queira voltar pra casa junto com você... ...
Ahh!?
Shuu: Se você queria que eu sugasse o seu sangue, devia ter dito logo... ...
Yui: E-eu não disse isso... ...!
Shuu: É mesmo... ...? Então você queria que eu fizesse algo obceno... ...?
Yui: Eu disse que não é isso!
Shuu: Se você quer, você se mexe... ...
Yui: Eu não estou pensando nesse tipo de coisa... ...!
Shuu: ――Não minta. Quando o seu corpo... ... está sendo tão honesto.
Yui: Ah!!
Shuu: Eu só toquei um pouco e você já tem essa reação... ... você realmente... ... é uma pervertida, não é?
Yui: Vo-Você está enganado!
Shuu: Hmm? Mas eu não acho isso ruim.
Yui: ... ... Uh, não diga isso, Shuu-san, vamos voltar pra casa?
Shuu: Se vai voltar, vá sozinha.
Yui: Mas... ...
Shuu: Se você quer tanto voltar pra casa comigo, me dê a única coisa valiosa que tem dentro de você.
Yui: Valiosa... ...?
Shuu: O seu valor, está só no seu sangue, não é... ...?
Yui: ... ... Uh.
Shuu: Tire isso você mesma, e me ofereça sua pele... ...
Yui: I-isso... ...

わかるました – Entendi (Certa)
しなきゃダメですか?– E se eu não fizer isso?

Yui: (Não seria a primeira vez que eu tenho o sangue sugado, mas... ...)
(... ... Mas eu realmente queria resistir... ...!)
(Mas, se eu recusar, ele não vai querer voltar pra casa... ...)
E-entendi... ...
Shuu: Eh. Que bom entendimento. Você não está forçando por estupidez, está?
Não fique perdendo tempo. Se você se atrasar um pouco, eu vou te deixar com uma aparência vergonhosa... ...
Eu vou fazer você ficar de pé em uma posição totalmente exposta lá fora... ...
Yui: Uhh... ... e-eu entendi.
(O Shuu-san não é de fazer brincadeiras, então deve ser verdade, com certeza... ... Eu não tenho outra alternativa... ...)
(Primeiro vou tirar o botão... ...)
Shuu: Hm... ...
Yui: (O Shuu-san está olhando fixamente pra cá... ...)
Uh... ...
Shuu: Ha... ... Tirando as roupas por si mesma na frente de um homem... ... Isso é tão lascivo.
Yui: Ma-mas é porque... ...Shuu-san!
Shuu: Barulhenta. Venha, agora... ... Deixe-me te ferir.
Yui: Eh... ...?
Shuu: Se o sangue não sair eu não posso sugar, não é? Ou então, você quer ser ferida pelas minhas presas?
Yui: Ma-mas... ...
Shuu: ... ... Não tem jeito... ... Hn.
Yui: ... ... Ah!
Shuu: Saiu sangue né... ... Venha logo. Porque eu não pretendo me mexer.
Yui: ... ...!

*CG*
Yui: Ah... ...
Shuu: ... ... Hehe... ... Que incrível você é. Ficar em cima de mim, pressionando seu peito contra o meu.
Yui: (Que vergonha... ...!)
Shuu: Você está sendo miserável demais... ... Mas eu não odeio isso. Vamos... ... Vou sugar.
Aprecie as minhas presas... ... indo fundo... ... hm... ...!
Yui: ... ... Uh... ...!
Shuu: *Sugando o sangue*
Hm... ... Ah... ... Nada mal. O seu sangue... ... É irresistivelmente bom.
Yui: Ah... ...
(Minha cabeça, estou ficando tonta)
Shuu: ... ... A limusine não estava vindo logo? Hein... ... Hm... ... Ah... ...
Yui: ... ... Ah... ... Agh... ...
Shuu: Haha... ... Parece que não... ...
Yui: (Não consigo, pensar em nada... ...)
Shuu: Você é minha presa... ...Só precisa ficar quieta e me entregar seu sangue.
Eu vou sugar tanto... ... Até a sua energia para falar bobagens desaparecer... ...

Ainda mais... ... De agora em diante... ... 

Autora: Runa [Armazém de uma Otome]

Nenhum comentário:

Postar um comentário